sexta-feira, 13 de outubro de 2006

Contos de fadas




















Lembro-me tão bem daquelas noites de infância nas quais liam para mim. As histórias eram sempre iguais. Havia uma princesa e um príncipe encantado, envoltos pela certeza arrebatadora de um amor impossível e proibido. Havia sempre alguém a tentar separá-los mas no fim, como se fosse obrigatório seguir um ritual de finais felizes, todas as histórias acabavam com «e viveram felizes para sempre».
Nessa parte, normalmente, eu erguia o sobrolho e perguntava a mim mesmas milhentas coisas, cada uma mais confusa que a anterior mas, com vergonha dos meus pensamentos, despedia-me e adormecia sobre as perguntas.
Eu não sabia se existiam mesmo príncipes encantados ou o que era o amor, aquela palavra que repetiam vezes sem conta nos contos de fadas. Existiria mesmo esse sentimento ou seria ele tão utópico como as fadas e os reinos longínquos?
Eu não sabia mas, mesmo assim, durante a noite sonhava que era uma princesa e que tu chegavas com uma rosa branca, lutando contra tudo para estares do meu lado.
Entretanto cresci e revoltei-me contra os contos de fadas. A minha vida nunca seria assim, por isso, o melhor que eu tinha a fazer era esquecer as minhas ilusões e apagar dos meus sonhos a ideia de que algum dia apareceria o meu “príncipe”.
Revoltei-me contra as princesas, contra os “era uma vez”, contra os mundos de bela e pura utopia e revoltei-me contra a ideia de que “para sempre” era o tempo certo. Comecei a ver a vida como um hoje e talvez um amanhã porque, para mim, a eternidade parecia sempre tempo demais.
Só que entretanto cruzei-me contigo e, vil erro o meu, olhei os teus olhos e entreguei o meu coração nesse olhar, sem sequer pensar se havia algo a separar-nos.
Pois bem, agora “para sempre” já não parece assim tanto tempo, o amor já não parece uma utopia e a ideia de se estar disposto a lutar contra tudo também não parece tão impossível.
Mesmo assim continuo um pouco revoltada contra os contos de fadas, não pelo mesmo motivo, o serem completamente irreais, mas porque agora sei que o amor é muito mais do que aquilo que os contos dizem.
Não existe conto ou poema algum capaz de retratar o verdadeiro amor porque esse, com toda a sua complexidade, é impossível de explicar!

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

4 comentários:

Sorrow Avalon disse...

contos de fadas, akelas belas recordações da nossa infancia.
Como estavam enganados.

há uns meses atras postei no meu blog o texto com a teoria k os principes encantados não existem, hoje em dia continuo a ser fiel a mm.

acredito no amor, mas ñ em principes encantados, acredito sim k um belo especimen do sexo masculino, um dia destes agarre em mim e torne a minha realidade mais feliz, durante muito ou pouco tempo. Não acredito na felicidade eterna, mas sim em momentos ,por muito breves que sejam,de felicidade verdadeira.

Estou muito feliz por tu finalmente teres encontrado a tua, longa vida para o teu amor e para a tua felicidade

gmdt *****


P.S: para mais informaçoes sobre a minha teoria http://rosickygirl10.blogspot.com/2006/03/no-existencia-de-principes-encantados.html

anaaa :D disse...

bem tnh de concordar k os contos de fadas sao akela trololice k realmente so acreditamos knd somos crianças inocentes k acreditam na felicidade eterna .. mas ha momentos e pessoas k nos podem ajudar a ter algo mt parecido .. concordo contigo, o amor é algo k os contos de fadas nao retratam .. mt acima mesmo .. nao ha principes encatados axo k toda a gente sabe isso, mas sim pessoas k nos ajudam a ter essa tal felicidade k sempre procuramos, mas essas pessoas, tal como nos nao sao perfeitas, pk se fossem talvez nao gostassemos delas .. essas pessoas k nos amamos sem explicaçao .. k por mt k digamos de bom sobre essas pessoas simplesmente nao da para xplikar .. mas pronto ..
td pra dzr k o amor eh uma coisa linda k nao ha conto de fada trololo k explike .. :P
tmb fico mt feliz por ti, fazem um casal kini wini (esta é a parte em k me vais matar por ter escrito isto aki xD) .. sei k n gostas da expressao mas foi o k melhor expressou o meu sentimento! :D
hihihi .. bjituuu *

joanitaaaahhh disse...

bem...nao sei bem o k dizer pk tá simplesmente lindo.e é verdade tudo akilo k escreveste mas tb dificil de explicar pk o amor é uma coisa tao complicada nao é? eu nem sei o k exa palavra significa pk há mts maneiras de amar.nao sei o k é o amor mas axo k nunca vou saber.bjs*********gmdt*********

Anónimo disse...

Realmente é um texto bonito. Se estes são os teus piores é bom esperar pelos outros x)
Parabéns. E ainda bem que a revolta amainou. Acho que todos passamos um pouco por isso, até mesmo quando amamos.