sábado, 22 de setembro de 2007

Ama-me

Quero que me ames mas, quando me amares, fá-lo pelos meus olhos, pelos meus lábios, pelas minhas palavras, ditas ou pensadas, pelos meus segredos, pelo meu corpo, pelo meu modo de agir, pela minha personalidade. Quando o fizeres, fá-lo porque gostas de mim.
Não me ames por pena, não te aproximes se quiseres partir, não lutes contra ti mesmo para estares comigo. Não te magoes nem brinques com o que sinto, não me fales para virares costas às minhas respostas, não me procures para me abandonares.
Ama-me pelo que sou, pelo que achas que tenho de bom, pelo que posso partilhar… não o faças pelo que os outros dizem de mim.
Ama-me pelo que de mim conheces, pelo olhar que te dedico, pelos poemas que te escrevo ou que escrevo por escrever e julgas que são teus.
Ama-me por amar, ama-me sem motivo, ama-me porque o queres fazer.
Mas não venhas ter comigo como um sacrificado em direcção à morte, não me abraces desejando ter outra pessoa em teus braços, não me beijes se não forem os meus lábios os que sentes. Não me tentes amar! Ama-me ou não, mas faças o que fizeres, não o faças pelo que eu sinto, não o faças por pena de mim, não me enganes mais.
Porque maior do que a dor de não me amares é a dor de saber que se vieres virás infeliz, ficarás infeliz e me culparás pela tua infelicidade.
Ama-me, sim! Ama-me porque quero muito que me ames mas, peço-to: ama-me só se o que sentires por mim for, de facto, amor!

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

5 comentários:

Anónimo disse...

UAU... é a unica d k m lembro kd leio algo tao bom; e isto ta mesmo mt bom. so gostava d saber kem será o sortudo, mas para ai ja nao sou xamado.s amas alguem seja kem ele for, continua a escrever assim e mtas felicidades ;)

...

Marta disse...

Será que há um meio termo no amor? Um ponto de equilibrio? não me parece... Ficamos sem razão, sem discernimento e pedimos para que do outro lado a loucura seja tão louca como a nossa...
"Ledo engano da alma..."

Texto muito bom, muito expressivo! 'Tás lá!!

goxsti!

Silvi@ disse...

O amor é mesmo um assunto muito complicado...
"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos,na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável. O sofrimento é opcional." ;)

NAO SOFRAS PK KM NAO ESTÁ MINIMAMENTE INTRESSADO NO TEU SOFRIMENTO!!!

Raquel disse...

Depois de ler algumas das coisas que escreveste fico sem palavras para dizer o que seja. Tu escreves mesmo mto bem, uma verdadeira poetiza! Aproveita o talento que tens, que de certeza que vais chegar longe.

Quanto a este texto disseste tudo o que ha para dizer quanto ao amar!

beijinhos

Tiggy disse...

Amar verdadeiramente é difícil e é raro, nem sempre temos a sorte de sermos respondidos. A maioria das pessoas a quem chamas amigos (e não só) amam-te por quem és. De entre todas as personalidades que já conheceste ou vais conhecer no futuro, vais escolher uma e vais voltar a amar outra vez, verdadeiramente, mas de modo diferente... Não se podem amar duas pessoas diferentes da mesma maneira... Há quem te ame por quem és, olha em redor e vais descobrir que são muito mais do que tu esperas!..
PS: sabes que sempre admirei o teu dom para a escrita ;) Continua a criar e terás sucesso!..

Adoro-te!
Minha Princesa