terça-feira, 11 de junho de 2013

Sei lá


Chorei sobre a sepultura do nosso amor. De joelhos no chão e mãos dadas uma à outra, como se ainda pudesse sair uma oração por entre os meus lábios selados. E tudo em redor era morte. Morte tocada no bater compassado e lento do meu coração. O único coração que batia. E sei lá para quê!
A vida tinha-se esvaído, gota a gota, em cada lágrima gasta e caída no chão. A vida tinha acabado. Mas o coração batia, com um bater certeiro e lento, como quem sabe que cada batida é um punhal e que cada respiração é uma traição.
Chorei sobre a sepultura do nosso amor. O nosso amor morto no tempo. O nosso amor morto às mãos indignas de quem nada tinha a ver com ele. O nosso amor morto com balas de saudade. E o rosto lívido que chorava tinha as feições da eternidade estampadas na consciência de todas as mentiras que tinham sido construídas sobre a maior verdade do mundo, sobre a verdade invencível de um sentimento.
Não contes a ninguém que o nosso amor morreu. Deixa-me chorar sozinha, sem esperar ouvir os passos dançados de todos os que desejavam este desfecho. Deixa-me viver o meu luto em paz. Espera um pouco. Só um pouquinho. Só até as lágrimas secarem e o coração parar de bater. Só até a sepultura do nosso amor ficar oculta pelas ervas daninhas do tempo.
Chorei sobre a sepultura do nosso amor. De joelhos no chão e mãos dadas uma à outra. Mas não saiu oração alguma por entre os meus lábios selados. Saíram somente lágrimas quentes dos meus olhos.
Já não guardo sequer o direito de pedir o que quer que seja: nem uma sorte melhor, nem uns ombros mais largos. Então chorei, somente, sem pedir coisa alguma. E o coração bateu, vez após vez, gritando por entre tanta morte. Para me lembrar que há vida em mim. Para me lembrar que ao menos um coração ainda batia. E sei lá para quê!

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

7 comentários:

Jennyfer Aguillar disse...

Texto perfeito,eu amei.
São palavras tão belas e tão cheias de sentimento :D
Parabéns querida como sempre ♥
Beijinhos Jenny

Anónimo disse...

amei esse texto lindo

Jessica A. disse...

Marina gostei de tudo, você é muito boa com palavras, parabéns. Amei <3 :)

Vanemel disse...

Maravilhoso... Inspirador.

Anónimo disse...

Esse texto tem um gostinho de quero mais.

Cris Costa disse...

Nossa que lindo! Cada dia me encanto mais e coincidentemente cada texto retrata um momento que estou passando.

Cris Costa disse...

Perfeito