quinta-feira, 31 de agosto de 2017

A dor que senti



A dor que senti lá atrás
Serviu-me de emenda
Aprendi a tratar a mágoa
Com respeito:
Abro-lhe as portas do peito,
Sorrio ao vê-la chegar.
Não sei quanto vai ficar
E, porque não sei, aceito.
Dou-lhe mesa, dou-lhe leito
No aconchego perfeito
De quem não a quer expulsar.

A dor serviu-me de emenda:
Aprendi que sou capaz
De andar com o peso alheio,
Arrastando as coisas más.
Trato a mágoa com respeito
E até lhe quero bem:
Foi nela que adormeci
Chorando em noites sem fim
Quando não estava ninguém.


Marina Ferraz


*Imagem retirada da Internet




Sigam também o meu instagram, aqui.   

2 comentários:

Isabel Godinho disse...

Obrigada faz me bem Ler te
Tão oportuno para mim neste momento
Xi ♥ minha querida

Isabel Godinho disse...

Tão bonito e tão oortuno para mim neste momento
Obrigada miga queruda