domingo, 13 de janeiro de 2008

Não sei


Os meus olhos têm o brilho das estrelas quando penso em ti. Porque tu és a derradeira viagem que quero fazer. Quero viver-te como te sonho…
E quando olho para ti, os meus olhos são espelhos do meu coração e o meu coração é um espectro sem fim onde nasce o arco-íris e se perde a imensidão de tudo o que está para além de nós.
Não sei como pudeste não notar nos meus olhos as palavras que me eram proibidas…
Não sei como pudeste julgar que o meu olhar era somente o olhar de quem não vê.
Era preciso que a morte me tomasse para que o brilho destes olhos se desvanecesse… porque tu estás e quando não estás imagino-te a cada momento, tomo-te a cada respiração apenas para te sentir em mim.
O meu olhar é teu. Amo-te mais que tudo mas, num instante inócuo, compreendo que não me compreendes. Não insisto mais! Não o viste no meu olhar, não o ouviste dos meus lábios, não o verás nas minhas palavras ou nos meus textos.
E eu não te vou viver mas sonhar-te-ei sempre porque, nesta vida, quando tudo o resto acaba, resta a certeza de que, ao menos os sonhos, ninguém nos pode roubar.

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

7 comentários:

Raquel disse...

Como ja te disse antes ta lindo o texto!
Realmente esse brilhozinho no olhar, o sorriso de orelha a orelha são por demais evidentes depois de estares com essa pessoa que tanto gostas...Sao os dias em que tb eu fico, so por te ver assim HAPPY!! Gostava que tivesses sempre assim =)

adoro-te

Lau disse...

Olha... nest vida há coisas que ninguém nos pode roubar: os nossos sonhos e as nossas vivências...
Por isso sonha muito, sem medos...
E... continua a escrever dessa maneira que arrepias qualquer pessoa!
adorei o texto.
beijinho

looney disse...

=')

rapariga, este teu texto transmite tão bem o MEU estado de espírito agora...és uma superstar, como já tinha dito xD

bj

Zezito disse...

Os sonhos ninguem nos tira, jamais...

Nunca serão precisos pagar, nunca serão precisas personagens reais!

KI disse...

Nunca se deixa de sonhar impossíveis numa tentativa de conquistar difícieis. Gostei de ler mas a dor causa sempre aquela sensação de perda.

Beijo :)

pekenina disse...

E escrever assim no teste de Técnicas, dava jeito, não?!

Ai rapariga, rapariga... como dizes, os sonhos ninguém nos pode roubar...mas o olhar, embora não pareça, às vezes é mesmo compreendido por quem o devia compreender, até porque há coisas que não conseguimos disfarçar!

bjnho ** (vê se o meu blog te diz alguma coisa!)

Ana Pinto disse...

O texto ta lindo!!! Venero! :D
Tens razão os sonhos ninguem nos pode tirar! Continua a sonhar e nao desistas ;)
Beijinho