quinta-feira, 30 de abril de 2009

As tuas ilusões


As tuas ilusões cansam-me. É como se ouvir as tuas palavras carregadas de sonhos e projectos me fizesse compreender quão superficiais são os meus próprios desejos.
Tu queres tanta coisa! Queres a casa grande no topo da montanha, com vista para um mar sem fim. Queres as viagens e os hotéis e os jantares em casa de familiares e amigos.
Tu queres acordar, olhar ao espelho e acreditar que o teu reflexo é o único reflexo nítido que há no mundo. Queres um elogio quando te arranjas um pouco mais antes de saíres de casa.
Queres ser o melhor entre os melhores, deixar para trás o brilho do teu sorriso e cativar milhões com um olhar ou uma palavra fugaz.
Tu queres o mundo, queres o Universo, queres o que está para além do Universo.
As tuas ilusões cansam-me porque a única coisa que quero é ter-te perto. Quero de volta a pessoa que apenas queria o que eu queria: o Tudo que era termos um do outro mais do que se pode comprar ou receber.
Tu queres as certezas e as incertezas. Queres as festas e os bailes e as pessoas. Queres ser mais do que tu e mais do que eu e até mais do que nós.
Não sei dizer-te como me magoa saber que queres ser mais do que nós… Eu daria a vida apenas para conseguirmos ser o que já fomos.
Falas-me dos teus sonhos e eu apoio-te. Apoio-te porque é a única coisa que posso fazer. Sei que estou a abrir-te a porta para ires embora da minha vida. Tu nem reparas…
As tuas ilusões cansam-me. Cansa-me tentar que me vejas e ser invisível ainda que me digas a cada dois segundos quão fantástico poderá ser o nosso futuro. Cansa-me ouvir-te falar de dias que nunca hão-de chegar. Cansa-me ter de esconder a sonhadora que sempre fui e pousar os pés na terra para que ao menos um de nós tente viver a realidade.
Cansa-me tanto! Cansa-me tanto sonhar apenas contigo, sonhar apenas em manter o pouco que tenho. Cansa-me tanto ouvir-te pedir demais e ter de ser tua aliada nessa guerra que travas com um destino que já nos foi favorável.
Cansam-me as tuas ilusões e ainda mais os meus medos. Assusta-me a ideia de te ver realizar tudo o que queres - não posso negá-lo! Já não mereço o que és agora, algum dia seria capaz de merecer-te se fosses tudo isso?
As tuas ilusões cansam-me. Cansam-me mais do que estou disposta a admitir, mais do que saberia dizer-te. Mas, por favor, não deixes de sonhar nem de me dizer que queres ser maior que tudo! Nunca pares de lutar para seres melhor. Eu sou a pequenina parte do Universo que já conquistaste. Não posso ansiar que sejas apenas meu! Voa. Eu ficarei aqui para te agarrar se um dia caíres… e, se não caíres, serei sempre a pessoa que ouviu os teus sonhos. Terei orgulho de ser essa pessoa ainda que, depois, não arranjes um espacinho para mim dentro do teu perfeito coração.

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

Sem comentários: