segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Dançar na rua


Deixa-me dançar na rua, ao som do infinito e na solidão das pessoas cujos rostos não me marcaram a vida e cujos nomes não sei.
Quero dançar.
Quero dançar mesmo que o faça com passos desleixados e que não gostes de me ver fazê-los, vez após vez, numa coreografia despida de sentido.
Hoje é por mim.
Deixa-me dançar na rua, ao som de uma vida de promessas irreais e de uma realidade fria e crua, que promete eternidades de vazio.
Quero dançar com o vento. Essa dança milenar que percorreu o mundo e ancorou na alma de quem sabe que existe uma música constante nos ecos da nossa dor.
Deixa-me dançar. Deixa-me dançar uma valsa de sentidos, enquanto o mar brame e o céu chora e as pessoas passam sem notar.
O que importa? O que importa uma alma cheia de sonhos numa vida vazia de tudo? O que importa uma voz doce entre os silêncios do amor?
Vou dançar na rua. Como se o mundo acabasse amanhã e eu tivesse medo do que vem depois. Porque eu tenho medo! Medo da ausência e do silêncio e da desistência e do adeus...
Mas não tenho medo de dançar na rua. Nem tenho vergonha de o fazer...
Por isso, deixa-me dançar na rua, enquanto não puderem prometer-me que não preciso de ter medo da ausência, do silêncio ou do adeus. Deixa-me dançar na rua até alguém dançar comigo uma dança rumo à eternidade de um amor maior. Uma dança rumo à concretização de cada sonho.
Deixa-me dançar na rua...

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

10 comentários:

Anónimo disse...

Lindo texto,parabéns :D
Bjinhos Jenny

BRANCA disse...

gostei....amei...sente-se o fluir inalante dos sentimentos entre a alma e a arte. parabens por isto te admiro...

macy disse...

Lindo... sentimentos à flor da pele. Amei!
Continua a brindar-nos com a tua prosa poética e repleta de emoção!
Beijinho
Teresa Carvalho

AnaM.Gnoatto disse...

Lindo texto Marina ...muita sensibilidade .Parabéns querida !! bjs

Andreia Gomes disse...

Parabéns pelo blog... Vou seguir ;)
Andreia Gomes
http://momentos-e-desabafos.blogspot.pt

Brendo disse...

Texto repleto de emoção gostei



http://brendovieira.blogspot.com.br

Lohanny Eduarda disse...

Um dos textos mais bonitos que li... Está mais uma vez de parabéns. E não canso de dizer; adoro seus textos. Sucesso!

Taciane Librelato disse...

Muito criativo e inspirador... Algo que nos faz parar num mundo tão corrido como o de hoje...
Parabéns!

Maria disse...

Um momento de fascinio pela mensagem que insufla na alma ...um momento de prosa poética emocionante ....adoro o que escreve e como escreve ..qto me delicia -Obrigada Marina .Maria

Maria disse...

Obrigada Marina pelo que nos delicia no correr das suas prosas poéticas -um abraço de ternura .Maria