terça-feira, 21 de fevereiro de 2006

O meu paraíso

Não sei por que caminho segui porque não me lembro de ter mudado de rumo, mas sei que mudei porque o coração sentiu a diferença!
Andava à procura da mais utópica liberdade, da mais frustrante solidão e, enquanto caminhava nos vales e nos mares de incertezas do meu pequeno mundo, vi nele o brilho prateado da lua num olhar tão profundo que não deixava duvidas e que nunca poderia ser mal interpretado.
Soube exactamente o que significou para ti porque para mim foi o encontro com a liberdade, o adeus à tristeza e o retorno ao sorriso.
Já tinha ouvido falar de distâncias que uniam mas nunca pensei que isso existisse de verdade até te reencontrar e sentir o mesmo bater profundo de coração que senti quando me disseste o primeiro "até amanhã".
Não sei exactamente por onde seguir agora que já não estás, porque as saudades estão a apertar demais e já não consigo dormir em paz sem ouvir primeiro a tua voz. Lembrar tudo o que se passou naquela sexta á tarde é como lembrar a ultima visita ao paraíso!
E agora que sei onde estás e como te encontrar, quero desejar que a distância não separe o que o tempo juntou.
E porque a amizade é vida, jamais esquecerei esta tarde no paraíso!


Marina Ferraz

1 comentário:

Sorrow Avalon disse...

o teu paraiso...
tu finalmente encontraste-o, algo que nao deve ter sido mt facil pois a maior parte de nos passa um vida inteira sem o encontrar e melhor ainda k teres encontrado o teu paraiso, é o facto de ja teres o teu principe encantado, assim sendo apenas resta dizer k o Dolce vita é um dos melhores locais k existem, assim como a cidade em k este se situa =P
desejo-te tudo de bom pk tu mereces

GMDT***

bjxxxxxxx