segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Aconteceste-me


Aconteceste-me. Não estava à tua procura. Não estava à tua espera. Aconteceste-me.
Entraste, de rompante, por uma das muitas portas fechadas do meu coração, arrombando as minhas certezas e destruindo as amarguras com uma espada de sonhos. E conquistaste os desertos de mim, sem medo do vazio e da tristeza árida de não haver oásis de contentamento em qualquer lugar.
Aconteceste-me. Nunca tinha pedido que surgisses no caminho. Nunca tinha erguido a voz num pedido ausente por algo tão puro ou tão bom. Mas aconteceste-me assim, com as nuances de uma perfeição feita de quimeras e sonhos, inundando a minha vida com a esperança insensata de um amanhã melhor.
Aconteceste-me. Não poderia ter sonhado algo assim. Aconteceste-me como acontecem as estações, que mudam e passam, entre chuvas e sóis imprevisíveis. E não poderia ter fechado os olhos para sonhar as nossas tempestades de sentido porque nunca, em lugar algum, me agarrei a uma esperança tão forte.
Nunca quis mais do que passar pela vida, despercebida pelo mundo e ausente de mim, fugindo do passado sem lutar pelo futuro. Nunca quis mais do que um amor fingido para ocultar as feridas abertas e as cicatrizes brancas do meu primeiro amor, morto no tempo. Nunca pedi perfeições azuis nem lágrimas de contentamento.
Mas aconteceste-me: a esperança do amanhã, o sorriso, a perfeição, o sentir real, que naufragou o meu navio de sentimentos passados e se tornou mar de sonhos.
Aconteceste-me. Nunca poderia ter sonhado algo assim. Mas aconteceste-me. Com a leveza da manhã e a intempestividade das marés de Inverno. Com uma subtileza brutal e inegável, arrebatadora.
Aconteceste-me onde pensei que só me acontecesse a mágoa. Aconteceste-me... e penso que és a melhor coisa que alguma vez me aconteceu.

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

4 comentários:

MIDTCLA disse...

texto idescritivelmente emocionante que abrange um sentimento tão lindo comovente de uma emocionante emoção que tocou-me embriagando dentro de grande sentimento que rasgando sentimentos empacotados pelo tempo esmagados .como sempre contagiante ...parabens,bom inicio de ano que ja iniciando esplodindo emoções...

Jennyfer Aguillar disse...

Reflete exatamente tudo que está a acontecer comigo neste momento minha querida amiga.
Muito bom mesmo.
Parabéns,beijinhos Jenny ♥

Jessica A. disse...

Texto maravilhoso, cheio de sentimento, gostei muito.
Bjs

Gloria Almeida disse...

Maravilhoso!!!!