terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Mentir assim



O meu coração pediu-me para te dizer que não te ama, que já não precisa de ti, que deseja ardentemente que nunca mais te aproximes para me tocar a alma com as pontas insensatas dos dedos.
Ele falou, alto e bom som, gritando comigo como se eu não pudesse entender-lhe a brutalidade das palavras num sussurro. E disse-me, amargurado e triste, que cumprisse aquele que seria o seu último desejo.
O meu coração pediu-me para te dizer para seguires, para me esqueceres porque ele também te esqueceu. Pediu que te indicasse a porta de saída, com um dedo imperativamente apontado para os confins da Terra.
As suas palavras seguiram-se da explicação lógica de que nunca mais me faria sofrer, desde que cumprisse o seu desejo e te dissesse as palavras duras que ele gritava.
O meu coração pediu-me para te dizer que foste a pior coisa que me aconteceu. Que os sorrisos que me deste não valeram a pena porque não foram tantos quanto  as lágrimas vertidas. Pediu-me para te dizer que arruinaste tudo aquilo que tocaste em mim e que me transformaste numa cínica arrogante que já não acredita no amor ou em contos de fadas.
Pediu-me para me afastar de ti, se tentasses tocar-me e para te interromper de forma brusca caso tentasses formular um pedido de desculpas.
Sim. O meu coração pediu-me para te dizer que já não significas nada, que nunca significaste nada e que o amor, se é que era amor, morreu para sempre. Honestamente, não sei aonde é que ele aprendeu a mentir assim.

Marina Ferraz
*Imagem retirada da Internet

8 comentários:

Anónimo disse...

Muito lindo teu texto querida Marina,parabéns,adorei lê-lo e as palavras trazem tanto sentimento.Simplesmente amei,beijinhos Jenny ♥

bealtyfull werenny disse...

Lindo Marina Ferraz,este agora estar entre os meus preferidos!! Beijos Parabéns você merece! :)

Anónimo disse...

Ta lindo Marina..adorei <3
Obrigada por iluminar meu Dia com teus Textos maravilhosos.
Te adoro Marina Ferraz :)

Patrry Macedo disse...

Querida Marina: identifico-me com quase tudo que escreves..já tinha dito,parece que escreves por(para) mim! Os teus textos são simplesmente maravilhosos!

Irene disse...

O coração, por vezes, diz o que a cabeça pensa, não o que sente! :)
Um texto Muito bonito!

Armindo Machado disse...

Apreciei.

Isa Lisboa disse...

Às vezes o nosso coração precisa mentir assim, é a dor quem o ensina!

Gostei muito do teu texto, parabéns!

Beijos, bom domingo!

Taciane Librelato disse...

Será que quando o coração chega ha esse ponto, é possível acreditar no que ele falou? Ou esta só propondo uma fuga daquilo que não consegue controlar? UM bom texto a se interpretado dos dois lados da moeda...